Novo Blog para o Concelho de Ourém. Rumo à Excelência. Na senda da Inovação
comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 19.06.10 às 01:28link do post | | adicionar aos favoritos

 

Esta “ilha” retratada nas fotos em baixo é em Ourém, fica envolta pela Av. D. Nuno Álvares Pereira, a Norte, a Carvalho Araújo, a sul, a Dr. Silva Neves, a nascente, e, finalmente, a poente, a Av. dos Bombeiros Voluntários. O quarteirão de terreno em causa, segundo consta, pertence à minha amiga Virgínia Verdasca. Pois bem, a questão simples e objectiva que se coloca é esta: quando, em 1983, a minha família foi intimada pela Câmara Municipal de Ourém a construir ou a vender o terreno que faz gaveto com a Av. D. Nuno Álvares Pereira e a Rua Alexandre Herculano, e em que no passado esteve a Caixa Geral de Depósitos, por que razão, volvidos agora quase 30 anos, ainda continuam a existir clareiras em pleno centro urbano da cidade, como se fosse a coisa mais natural do mundo? O caricato é que a Câmara Municipal de Ourém, cujo presidente era o Prof. Mário Albuquerque, só permitia na avenida a construção de três pisos, razão pela qual o projecto inicial do nosso prédio só contemplava esses mesmos três andares. No entanto, o prédio contíguo (do Centro Comercial Estrela D’Ouro), em construção também à época, edificou o 4º e, finalmente, o 5º piso, para nosso espanto e perplexidade. Perante tal facto, solicitámos esclarecimentos junto do Senhor presidente da Câmara Municipal, Prof. Mário Albuquerque, e sabem o que ele disse? Informou que não sabia que o prédio do Centro Comercial Estrela D’Ouro (mesmo em frente à Câmara Municipal!) já ia no 5º andar. Então, disse-nos: façam o mesmo, ou seja, construam também cinco andares no vosso prédio.

Hoje, 19 de Junho de 2010, passados que estão cerca de 30 anos sobre a intimação da Câmara de Ourém para construirmos ou vendemos o referido terreno, por que razão ainda constatamos este tipo de clareiras no centro da cidade? Qual é o critério? A conta bancária? A cor do cartão de militante partidário? Há ou não aqui dois pesos e duas medidas? Claro que há, infelizmente…

 

 

 

 

 

tags:

mais sobre mim
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17




links
pesquisar
 
Contador
free counters
Blog iNovOurém no Facebook
Google Translate
TWITTER
Followers
blogs SAPO