Novo Blog para o Concelho de Ourém. Rumo à Excelência. Na senda da Inovação
comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 06.07.10 às 01:05link do post | | adicionar aos favoritos

 

Fernando Lopes, conhecido cineasta português, nasceu no dia 28 de Dezembro de 1935 em Maçãs de Dona Maria.

No entanto, passou a sua infância em Ourém, tendo ido para Lisboa por volta dos dez anos.

Pouco tempo depois, começa a trabalhar como paquete, ao mesmo tempo que dava continuidade aos seus estudos.

Ingressa, em 1957, no quadro técnico da Rádio e Televisão de Portugal.

Fernando Lopes desperta para a realização através do movimento “cine-clubista”, tendo sido sócio do “Cineclube Imagem”, animado por José Ernesto de Sousa.

Já em 1959, torna-se bolseiro do Fundo do Cinema Nacional, tendo-se diplomado em Realização na London Film School de Inglaterra.

Uma vez regressado a Portugal, põe a sua chancela em “Belarmino” (1964), uma média metragem sobre a vida do pugilista Belarmino Fragoso, que é considerada uma obra-chave no movimento do Novo Cinema português, a par de “Dom Roberto” e “Os Verdes Anos”.

Em 1965, realiza um estágio em Hollywood, onde fica três meses.

No regresso, filma “Uma Abelha na Chuva” (1971), adaptado do romance de Carlos de Oliveira.

Quer este filme, quer “O Delfim” (2002 – este, baseado no livro de José Cardoso Pires), são das obras mais reconhecidas da sua filmografia.

Na década de 1980, Fernando Lopes foi ainda fundador e director da RTP 2, tendo leccionado alguns anos no Curso de Cinema da Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa.

Finalmente, dois dos seus mais recentes filmes são “98 Octanas” (2006) e “Os Sorrisos do Destino” (2009).


mais sobre mim
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


19
20
21
22
23
24

26
28


links
pesquisar
 
Contador
free counters
Blog iNovOurém no Facebook
Google Translate
TWITTER
Followers
blogs SAPO