Novo Blog para o Concelho de Ourém. Rumo à Excelência. Na senda da Inovação
comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 15.12.10 às 22:03link do post | | adicionar aos favoritos

 

Uma das coisas (entre muitas outras) que nos causam uma enorme confusão é a facilidade com que, em Portugal, as pessoas transitam do poder económico para o poder político, e vice-versa, numa amálgama de promiscuidade latente que não deveria deixar ninguém indiferente. 

Tudo se passa diante dos nossos olhos, e parece que este fenómeno é normal e já faz parte da natureza das coisas. Habituámo-nos a conviver com ele, e julgamos que é uma inevitabilidade do “sistema”.  

Mas, é algo que roça a indignidade e convive a paredes meias com a falta de valores de referência na nossa sociedade: a ética, a moral, a integridade ou a justiça, enquanto pilares de uma sociedade plural e democrática, mas também justa e solidária, esbatem-se e descoloram-se, não tanto por uma qualquer metamorfose intrínseca ou natural dos paradigmas sociais, mas simplesmente porque “passam de moda” ou deixam de ser praticados todos os dias.

Quando as sociedades começam a dar mais valor ao facilitismo, a viver do e para o dinheiro, ou a embrenhar-se em teias esquisitas de favorecimentos e interesses particulares, é meio caminho andado para se desintegrarem enquanto comunidades de gente livre e responsável.

E quando deixa de haver uma fronteira nítida entre o bem e o mal, entre o justo e o injusto, entre o possível e o impossível, então é sinal que, acaso não tenhamos já definhado enquanto sociedade ou comunidade, para lá caminharemos seguramente a passos largos.


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 15.12.10 às 19:16link do post | | adicionar aos favoritos

Quando a ciência anda de mãos dadas com a criatividade do ser humano, aparecem-nos coisas extraordinárias como aquela que a foto acima documenta.

Paul Butler, engenheiro informático e colaborador do Facebook, criou um software que permite visualizar todas as ligações mundiais estabelecidas entre os mais de quinhentos milhões de utilizadores desta rede social, gerando uma impressionante “estrada da informação” iluminada pelas respectivas comunicações, noticiava ontem o “DN Online”.

A ideia foi agarrar nos dados de localização geográfica de cada utilizador, bem como os dos seus amigos e as suas comunicações para, a partir destes dados em bruto, construir este “mapa luminoso”, avançava ainda a notícia do “DN”.  


mais sobre mim
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

16
18

21
22
24
25

28
29
30
31


links
pesquisar
 
subscrever feeds
Contador
free counters
Blog iNovOurém no Facebook
Google Translate
TWITTER
Followers
blogs SAPO