Novo Blog para o Concelho de Ourém. Rumo à Excelência. Na senda da Inovação
comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 26.12.10 às 18:40link do post | | adicionar aos favoritos

ALGUNS DOS HOMENS E MULHERES MAIS CRUÉIS DA HISTÓRIA DA HUMANIDADE, SEGUNDO O LIVRO “THE MOST EVIL MEN AND WOMAN IN HISTORY”.

Nero Cláudio César Augusto Germânico, em Latim Nero Claudius Caesar Augustus Germanicus (nasceu em Antium a 15 de Dezembro do ano 37 D.C., e faleceu em Roma a 9 de Junho do ano de 68 D.C.), foi um imperador romano que governou de 13 de Outubro de 54 até à sua morte, a 9 de Junho de 68.

Nero nasceu com o nome de Lúcio Domício Enobarbo, descendente de uma das principais famílias romanas, pela parte do pai, Cneu Domício Enobarbo, e da família imperial Júlio-Claudiana, pela parte da mãe, Agripina, a jovem filha de Germânico e neta de César Augusto.

Ascendeu ao trono após a morte do seu tio Claúdio, que o nomeara seu sucessor.

Durante o seu governo, Nero focou-se, maioritariamente, na diplomacia e no comércio, tentando aumentar o capital cultural do Império. Ordenou também a construção de diversos teatros e promoveu jogos e provas de atletismo.

A nível diplomático e militar, o seu reinado caracterizou-se pelo sucesso contra o Império Parto, a repressão da revolta dos britânicos e uma melhoria das relações com a Grécia. No ano de 68 ocorre um golpe de estado de vários governadores, após o que, aparentemente, foi forçado a suicidar-se.

O reinado de Nero é associado habitualmente à tirania e extravagância. É, aliás, recordado por uma série de execuções sistemáticas, incluindo a da sua mãe e a do seu meio-irmão, Britânico, e sobretudo pela crença generalizada de que, enquanto Roma ardia, ele estava a compor com a sua lira, além de ser um implacável perseguidor dos cristãos.

Estas opiniões são baseadas, desde logo, nos escritos dos historiadores Tácito, Suetónio e Dião Cássio.

Poucas das fontes antigas que sobreviveram o descrevem favoravelmente, embora haja algumas que relatam a sua enorme popularidade entre o povo romano, sobretudo no oriente. A fiabilidade das fontes que relatam os tirânicos actos de Nero é actualmente controversa. Separar a realidade da ficção, em relação às fontes antigas, pode resultar numa «missão impossível».


mais sobre mim
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

16
18

21
22
24
25

28
29
30
31


links
pesquisar
 
Contador
free counters
Blog iNovOurém no Facebook
Google Translate
TWITTER
Followers
blogs SAPO