Novo Blog para o Concelho de Ourém. Rumo à Excelência. Na senda da Inovação
comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 03.09.10 às 18:29link do post | | adicionar aos favoritos
 

A justiça portuguesa concluiu hoje, quase dez anos passados desde o início do processo Casa Pia, que os senhores Carlos Silvino, Carlos Cruz, Ferreira Diniz, Jorge Ritto, Hugo Marçal e Manuel Abrantes são pedófilos.

O colectivo de juízes deu como provados alguns dos crimes de que vinham acusados os arguidos do processo Casa Pia.

A leitura do acórdão veio confirmar os indícios, pelo que condenou seis dos arguidos e absolveu de todos os crimes a proprietária da casa de Elvas, Gertrudes Nunes, onde teriam ocorrido alguns dos crimes de abuso sexual de menores que constavam do processo.

Para os restantes arguidos, a justiça teve mão pesada, condenando Carlos Silvino a 18 anos de prisão, Carlos Cruz a 7, o médico Ferreira Diniz a 7 anos, o ex-provedor adjunto da Casa Pia, Manuel Abrantes, a 5,9 anos de prisão, o advogado Hugo Marçal a 6,2 anos e o embaixador Jorge Ritto a 6,8 anos.

À saída do tribunal, todos os arguidos voltaram a reclamar a sua inocência, afirmando que vão recorrer da sentença.

O advogado de Manuel Abrantes chegou mesmo a afirmar que esta não é uma decisão favorável ao seu cliente, razão pela qual não irá descansar enquanto não obtiver uma decisão que lhe seja favorável.

Como antevíamos há uns dias atrás, este processo ainda está para durar.

Tendo em conta que a justiça portuguesa entendeu estarem provados os crimes objecto desta decisão, pelas palavras dos advogados dos agora condenados depreende-se que, para eles, a justiça será ilibar os seus clientes.

Mais, ficou no ar a ideia de que só haverá justiça caso os seus clientes sejam absolvidos.

Ora, se a justiça deu por provada a matéria factual levada a julgamento e considerou os arguidos culpados, então qual é a verdade que ainda falta apurar para inverter a posição adoptada pelo colectivo de juízes?


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 01.09.10 às 22:17link do post | | adicionar aos favoritos

Se nenhum incidente processual acontecer até lá, na próxima sexta-feira será lida, finalmente, a sentença de um dos processos mais mediáticos da justiça portuguesa – o processo Casa Pia.

Dos vários arguidos levados a julgamento, Carlos Cruz é aquele para quem estão apontados todos os holofotes.

Será considerado culpado ou inocente?

Esta é a pergunta que milhares de portugueses fizeram ao longo destes cerca de sete anos em que decorreu o processo, e que continuarão a fazer até se ouvir o veredicto final.

Uma coisa é para já certa: Carlos Cruz promete revelar na sua página pessoal da internet detalhes surpreendentes acerca do processo, que foram até agora mantidos em segredo e que irão certamente dar uma nova dimensão a este caso, já de si complexo e cheio de interrogações.

Se as revelações forem tão bombásticas quanto afirma que irão ser, existem fortes probabilidades de este caso ainda ter muito para contar.

Vamos esperar para ver os próximos capítulos desta já longa novela, a qual, embora à portuguesa, poderia muito bem ser à mexicana.

Os portugueses só esperam uma coisa: que no final se faça justiça e se punam nos termos da lei os culpados, qualquer ou quaisquer que eles sejam.

É que, também aqui, está em causa não só a credibilidade da justiça, mas também a confiança e a forma como todos nós olhamos para ela.


mais sobre mim
Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


links
pesquisar
 
Contador
free counters
Blog iNovOurém no Facebook
Google Translate
TWITTER
Followers
blogs SAPO