Novo Blog para o Concelho de Ourém. Rumo à Excelência. Na senda da Inovação
comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 25.08.10 às 17:55link do post | adicionar aos favoritos

 

Em entrevista esta segunda-feira ao jornal “i”, o Ministro da Defesa, Augusto Santos Silva, tirou mais uma da cartola e, em vez de sair um coelho, saiu o brilhante anúncio de que Portugal vai ter espiões militares no Afeganistão e no Líbano.

À pergunta sobre se o Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas lhe havia pedido que fossem enviadas células de informações militares para os teatros em que Portugal opera, respondeu que “essa necessidade foi identificada nos teatros de operações especialmente sensíveis do ponto de vista das informações e vai ser suprida”.

Certamente para gáudio dos terroristas da Al-Qaeda, por exemplo, Santos Silva acrescentou que “dentro da recomposição da força portuguesa no Afeganistão no próximo Outono já está incluída a primeira célula de informações”.

Por fim, anunciou “discretamente” que “sem querer ser precipitado, pensamos que também no Líbano devemos dispor desse tipo de instrumento”.

As suas declarações causaram um reboliço tal que já houve quem viesse lembrar o caso da divulgação de uma lista de agentes do antigo Serviço de Informações Estratégicas de Defesa e Militares em 1999, o que originou a demissão do então Ministro da Defesa, Veiga Simão.

Por nossa parte, achamos que deveria ter imperado o bom senso.

Vamos lá ver: mas alguém no seu perfeito juízo e com o mínimo sentido das responsabilidades, vai dizer que vai enviar espiões (ou célula de informações, que vai dar ao mesmo) para um cenário de guerra?

A Al-Qaeda também anunciou ao mundo que tinha espiões e terroristas espalhados por vários países com o objectivo de, às tantas horas do dia 11 de Setembro de 2001, desviar uns aviões para os despenhar contra as Torres Gémeas, contra o Pentágono e sabe-se lá mais contra quê?

Alguém vai anunciar no café que está a espiar a vida e a casa do seu vizinho para, na primeira oportunidade, a assaltar?

Estamos mesmo a ver: olhe vizinho, como não gosto de si, e com o objectivo de assaltar a sua casa e matá-lo a si e a toda a sua família, eu espio toda a sua vida, todos os dias, excepto aos fins de semana, das 9h00 às 13h00, regresso de almoço às 14h30 e fico até às 20h00. Se me quiser encontrar, a minha localização é 39º 39’ 20” Norte e 8º 34’ 07” Oeste. Ah, estou vestido com um camuflado verde, tenho óculos escuros e uma espingarda na mão direita e um bloco de apontamentos com caneta na mão esquerda!

Esta história seria plausível?

A malta terrorista do Afeganistão e do Líbano que se cuide: os espiões portugueses estão a chegar… pum…


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 25.08.10 às 12:41link do post | adicionar aos favoritos

 

Irmã mais nova de Amália Rodrigues, Maria Celeste Rebordão Rodrigues, mais conhecida no meio artístico – o do fado – por Celeste Rodrigues, nasceu em 14 de Março de 1923.

Ficou célebre a entrevista que passamos a reproduzir:

 

“Por que se fez fadista?

- O exemplo de minha irmã teve grande influência. Cantava desde garota. Cantava por gosto.

Quando foi?

- Em 1951. Fiz a minha estreia como profissional, contratada por José Miguel, no Casablanca. Foi ele que me conseguiu a carteira profissional. Ouviu-me cantar num grupo de amigos na Adega Mesquita e contratou-me para o Casablanca.

O ser irmã da Amália Rodrigues influiu, de algum modo, na sua carreira?

- Sim, como não podia deixar de ser. Influiu até bastante. Mas, nunca Amália me aconselhou. Cada uma seguia o caminho que melhor lhe parecia.

Qual foi o seu primeiro fado de êxito?

- Talvez a “Lenda das Algas”. Há outros que também alcançaram assinalado êxito: quero referir-me a “Saudade Vai-te Embora”, o “Xaile” e “Lágrimas”.

Lembra-se do seu primeiro ordenado?

- Foram 100$00, no Casablanca”.

 

Celeste Rodrigues, demasiado agarrada à vida, sintetiza o que lhe vai na alma numa única expressão: “Estou bem. Estou cheia. Rica de afectos”.

 

Poderá consultar a Wikipédia para uma análise mais desenvolvida da sua biografia.

 

 

tags:

mais sobre mim
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


28



links
pesquisar
 
subscrever feeds
TWITTER
blogs SAPO