Novo Blog para o Concelho de Ourém. Rumo à Excelência. Na senda da Inovação
comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 02.12.10 às 21:46link do post | adicionar aos favoritos

 

“Os factos que marcam a evolução de Portugal nas últimas quatro décadas não são inexplicáveis e, neste sentido, não são inesperados, mesmo que não tivessem sido desejados.

Em vários momentos, houve oportunidades de correcção, mas não foram aproveitadas, pelo menos com suficiente determinação, para que houvesse completa remissão dos erros. Em geral, houve lacunas de regulação no sistema político, na economia e na sociedade. Perderam-se activos e vocações, desperdiçaram-se recursos, criaram-se falsas expectativas, perdeu-se relevância e perdeu-se poder. O futuro é agora mais incerto e mais inseguro do que foi no passado. Mas sabe-se porquê, o que é a primeira condição para a correcção e para a recuperação. Não é uma condição suficiente, mas é uma condição necessária.

A economia no futuro de Portugal é, afinal, a condição de existência de Portugal com autonomia, pois é a evolução dos indicadores económicos que irá medir a qualidade da direcção política, a capacidade de adaptação dos comportamentos sociais às mudanças estratégicas impostas pelo padrão de modernização da globalização competitiva, o potencial de racionalização dos centros de decisão empresariais, a eficácia dos dispositivos de regulação instalados na sociedade portuguesa – o primeiro dos quais é o sistema democrático, que tem por finalidade avaliar e regular a qualidade da direcção política, de que dependem todas as outras variáveis”.

 

Ernâni Lopes, economista conceituado, político, intelectual sério e humanista, recto, inteligente e democrático. Faleceu hoje aos 68 anos de idade. Uma perda para o país, mais uma lacuna para a nossa sociedade.


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 02.12.10 às 21:17link do post | adicionar aos favoritos

 

Depois do Brasil, em 2014, seguem-se a Rússia (2018) e o Qatar (2022), os próximos países anfitriões da organização do Campeonato do Mundo de Futebol.

A candidatura ibérica (Portugal e Espanha) ainda resistiu à primeira votação (com 7 votos), na qual a Inglaterra foi eliminada (2 votos), mas, à segunda, foi de vez: com os mesmos 7 votos, não conseguiu fazer frente aos 13 votos alcançados pela Rússia. Já a candidatura da Holanda e da Bélgica obteve na primeira votação 4 votos e apenas 2 na segunda.

Em relação à votação para a organização do Campeonato do Mundo de 2022, as coisas estiveram mais renhidas, sendo necessário proceder-se a quatro votações para se apurar o vencedor.

No entanto, o Qatar destacou-se claramente nas quatro votações, tendo obtido 11, 10, 11 e 14 votos respectivamente, destronando, assim, na última ronda, a candidatura dos EUA, que obteve apenas 8 votos.

Quando em Portugal já se esfregavam as mãos pelas expectativas de podermos vir a acolher o maior acontecimento desportivo a nível mundial, em co-organização com os espanhóis, eis que o Comité Executivo da FIFA se voltou para Leste e fintou o brio luso.

 

Até já os economistas faziam contas ao custo-benefício de tal evento, prevendo receitas muito superiores às despesas, qualquer coisa como 1.000 milhões de euros entre receitas directas e indirectas.

Isto, para já não falar que seria um estímulo à economia portuguesa, que anda por esta altura moribunda, senão mesmo defunta, qual empurrão milagroso de que agora nos vemos privados.

É a vida, todos lamentamos. Sócrates esforçou-se, Laurentino Dias ficou triste, Figo inconsolável, Gilberto Madaíl destroçado, até o cadavérico apêndice clientelar da Federação Portuguesa de Futebol, Amândio de Carvalho, lacrimejou de desassossego. Paulo Bento, esse guru do futebol, preferiu, e bem, chutar para a frente, em direcção ao objectivo do Europeu de 2012.

Feitas as contas, foi uma tragédia nacional… Qual crise, qual desemprego, qual quê? Foi-se-nos o Mundial, e isso é que é a verdadeira crise, aquela que ataca o orgulho nacional! 


mais sobre mim
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

16
18

21
22
24
25

28
29
30
31


links
pesquisar
 
subscrever feeds
Contador
free counters
Blog iNovOurém no Facebook
Google Translate
TWITTER
Followers
blogs SAPO