Novo Blog para o Concelho de Ourém. Rumo à Excelência. Na senda da Inovação
comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 05.08.10 às 10:10link do post | adicionar aos favoritos

 

O Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro, disse esta semana, em entrevista ao “Diário de Notícias”, que os seus poderes assemelhavam-se aos da Rainha de Inglaterra.

Por nós, achamos que há, pelo menos, mais duas semelhanças entre o nosso chefe máximo do Ministério Público e a Monarca Inglesa.

Desde logo, o chapéu.

No entanto, o chapéu da rainha tem griffe e fica-lhe muito bem, ao passo que o do procurador é simplório e torna-o ainda mais parolo.

Depois, a presença nos cargos.

Se a rainha se tem revelado ao longo do tempo uma conservadora por natureza, com sentimentos gélidos e snob em excesso, e, por isso, já há muito deveria ter passado o testemunho, pelo lado de Pinto Monteiro as coisas não são muito diferentes, tendo o mesmo se revelado um provinciano e um inábil no exercício do cargo, metendo os pés pelas mãos, dando tiros nos pés e, por isso, igualmente dispensável.

Era um favor que fazia a si próprio, ao país e à credibilidade da justiça.

A não ser que uma figura balofa como esta, e no cargo que ocupa, seja conveniente e aproveite a alguém…


Victor Conde a 5 de Agosto de 2010 às 14:41
Já agora passem a vassoura em tudo, não só no PGR.
Magistratura! Orgão de Soberania? Eleita por quem?
O maior poder em Portugal está nas mãos de magistrados e juizes. Alguém tem duvida.

mariadasoledade@sapo.pt a 5 de Agosto de 2010 às 15:25
Sao casos como estes que fazem de portugal um pais pouco atraente.O PGR porta-se como uma donzela ofendida na sua honra quando, Sócrates se tivesse a dose necessaria de testosterona que homens a serio possuem, levantava um processo contra estes dois incompetentes.Eu, investigaria esses 2 e as suas contas bancárias.Cheira-me a "sell out". Eles sabem que os portugueses tem a memória cada vez mais curta devido ao elevado número de escutas neste pais tem aumentado o numero de diagnosticos de Alhzeimers (tio do Socrates) e, já agora onº de discipulos do Budismo (primo do Socrates).Sera que há uma relaçao entre vigilancia e busca da fé?...e falta de memória?..DEMITAM-SE SEM VERGONHA!!!

João Carlos Pereira e Friends a 5 de Agosto de 2010 às 17:13
Prezado leitor,

Muito obrigado pelo seu comentário!
Apenas quisemos expressar o que, humildemente, pensamos sobre o assunto.

Um forte abraço e até breve.

João Carlos Pereira e Friends

Desiludido a 6 de Agosto de 2010 às 11:47
É verdade! São a única profissão que NÃO PRESTA contas a ninguém.
Quando acertam e decidem bem, são bestiais.
O pior é quando olham para a carteira, para o cargo, para a cor, para a influência, para a posição social de quem vão julgar.
Aí a porca torce o rabo.

Victor Conde a 6 de Agosto de 2010 às 15:07
O mais curioso é que este processo está cheio de fugas de informação, que a meu ver são cirurgicas. Houve fugas em 2004 e depois só houve em 2008. Neste intervalo não houve porquê.
Pois é! Só havia interesse na altura das eleições.
O caso BPN por exemplo!!! é estranho.,., não há fugas nenhumas. Não é preciso estar muito atento para perceber que anda aqui marosca. O Socrates pode ter telhados de vidro, mas seis anos a gramar estas tramoias, é obra. Tentou fazer algumas reformas em certos poderes instalados, lichou-se., caíram-lhe logo as corporações em cima. Sindicato dos Magistrados, era um bom tema para aquele programa da TV. "Os Comtemporaneos"
Orgãos de Soberania com sindicato! Só dá para rir

mais sobre mim
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


28



links
pesquisar
 
blogs SAPO