Novo Blog para o Concelho de Ourém. Rumo à Excelência. Na senda da Inovação
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 27.12.10 às 18:31link do post | adicionar aos favoritos

FALA-NOS UMA TESTEMUNHA

No plano puramente científico foi bastante fácil, depois do levantamento e do estudo das camadas que cobriam a cidade, reconstruir o mecanismo da catástrofe. No entanto, teríamos ignorado para sempre o desenrolar humano do cataclismo, se um escritor, lúcido, não se tivesse encontrado no local, preocupado em redigir uma espécie de testemunho escrito, particularmente comovedor. Quanto às imagens, ainda mais eloquentes, preservadas pelas próprias cinzas, iriam dormir intactas durante séculos.

Testemunhas da catástrofe, Plínio, o Moço, e seu tio, o sábio Plínio, o Antigo – o primeiro em Miseno, o segundo em Herculano e em Estábias – foram respectivamente o narrador e a vítima da cólera dos deuses.

Eis algumas passagens das duas cartas que Plínio, o Moço, dirigiu ao historiador Tácito, para servirem de testemunho.

(Continua…).


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

16
18

21
22
24
25

28
29
30
31


links
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO