Novo Blog para o Concelho de Ourém. Rumo à Excelência. Na senda da Inovação
comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 16.09.12 às 19:57link do post | adicionar aos favoritos

A foto acima, tirada ainda no antigo ringue do Atlético junto à igreja da então denominada Vila Nova de Ourém, é a prova viva de uma geração de excelentes jogadores, num tempo em que o “amor à camisola” era a palavra de ordem e em que os parcos recursos não constituíam um entrave ao desenvolvimento desta modalidade na nossa terra. E tudo graças a este conjunto de “guerreiros” que faziam das tripas coração para dignificarem o nome de Ourém, fosse a nível local, distrital ou até mesmo nacional. O quarto jogador em pé, a contar da esquerda para a direita, é um dos autores deste Blog, Armando Leitão Pereira, a quem desde já prestamos esta humilde homenagem.   


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 26.06.11 às 19:23link do post | adicionar aos favoritos

Assunção Esteves, eleita presidente da Assembleia da República com uma maioria confortável e a tornar-se a primeira mulher a ocupar o segundo posto mais elevado na hierarquia do Estado.

É do PSD? Se for competente no exercício do cargo que agora inicia e contribuir para a credibilização do parlamento e da política, afinal que importância isso tem? Nenhuma…


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 30.11.10 às 19:04link do post | adicionar aos favoritos

Um amigo do Facebook disponibilizava há dias esta foto, a qual tomámos a liberdade de a publicar neste espaço.

Foi tirada ao pôr-do-sol, num deserto, exactamente na vertical.

Foi considerada uma das melhores fotos de 2005.

O preto são as sombras. Os camelos são as pequenas linhas brancas!

Cabe a cada um dos leitores formular a sua opinião, mas, quanto a nós, não temos dúvidas de que é uma foto “assustadoramente” bela.

 

Foto de George Steinmetz, fotógrafo da National Geographic (usando um parapente).


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 05.10.10 às 03:07link do post | adicionar aos favoritos

comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 14.09.10 às 23:58link do post | adicionar aos favoritos

6 de Setembro de 1997 – Príncipes William e Henry à passagem do cortejo fúnebre de sua mãe, Diana, a Princesa de Gales.


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 12.09.10 às 17:36link do post | adicionar aos favoritos

Nelson Mandela é indiscutivelmente uma referência internacional de bondade e de carácter.

Soube perdoar a quem o colocou longos e angustiantes anos na cadeia, e não mostrou qualquer rancor ou ódio antes, durante e após a sua libertação.

Chegou mesmo a presidente da África do Sul, um sinal de reconhecimento em relação ao homem que durante anos foi massacrado intelectualmente pelas ideias que defendia, e por querer tornar o seu país livre e verdadeiramente democrático.

O mundo é tributário da sua luta, da sua força e da sua coragem.

Muitos líderes mundiais, de maior ou menor expressão, deviam ter um livro de Mandela sobre a mesinha de cabeceira. Só assim teriam a noção clara de que, quando comparado com a vida de Nelson Mandela, as suas histórias de vida estão manchadas por valores e preconceitos desgastados e fúteis, que apenas têm contribuído para o atraso dos países e dos povos que lideram.

Mas, também o mundo perde com esse egoísmo larvar e mal intencionado. Perde em equilíbrio e valores. Perde também porque os direitos humanos não são respeitados e, muitas vezes, a vida humana é vista como negociável e de baixo valor.

Ora, tudo isto é a antítese do que Mandela tem sido para o seu país e para o mundo. Se não fosse um homem bom, com princípios éticos e fraternos, não teria granjeado um Prémio Nobel, nem seria reconhecidamente um cidadão da paz e para a paz.

Pena é que não existam muitos mais Mandelas espalhados pelos quatro cantos do mundo.

Imagine-se o que não seria hoje Cuba se, em vez de um Fidel, tivesse tido um Mandela. Há quanto tempo aquela gente toda era feliz, livre e humanamente mais desenvolvida…

Nelson Mandela será para sempre um ícone da história e uma referência da luta pela liberdade.

O racismo que tanto abominou e que o perseguiu durante longos anos, ainda é, infelizmente, uma chaga do nosso tempo.

Urge erradicar este mal que continua a maltratar a humanidade, um mal que assume variadas formas e que é matizado por várias cores.

Ainda somos daqueles que acreditam que os bons acabarão por vencer os maus, mas para isso, a nossa luta tem de ser perene e estar agendada todos os dias. É este também o legado e o sentido da luta de Nelson Mandela: uma luta constante pela procura da paz, da liberdade e do respeito pelos direitos humanos.

Todos temos direito a um pedaço de felicidade e a uma mão cheia de liberdade.

É por isso que Nelson Mandela sempre foi e será para nós uma agradável história de vida, uma grande lição que não queremos nunca desaprender e a nossa fonte de inspiração para enfrentarmos com coragem as agruras da vida.


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 29.08.10 às 16:25link do post | adicionar aos favoritos

Sakineh Mohammadi Ashtiani. A verdade choca com as maiores atrocidades humanas: a tortura, os castigos crueis, desumanos e degradantes e o desrespeito pela vida.


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 15.07.10 às 23:00link do post | adicionar aos favoritos

Diana, a Princesa de Gales, e John Travolta, actor norte-americano, a dançar na Casa Branca (EUA), numa recepção oferecida à “Princesa do Povo”.

São dois ícones do século XX que irão marcar o imaginário de milhões de pessoas por todo o mundo.


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 12.07.10 às 22:49link do post | adicionar aos favoritos

Diogo Manuel Azeredo Pais, natural de Viseu, mas com uma vida de mais de setenta anos a residir em Ourém, na Rua Artur de Oliveira Santos, Inspector de Finanças, homem impoluto e com uma força de carácter marcante. Senhor de uma vasta cultura, possuía uma significativa biblioteca pessoal, da qual tinha orgulho e se gabava justamente. Aliás, gostava de dizer, em jeito engraçado, que nenhum dos seus livros lhe contava algo de novo, pois já tinha lido cada um deles por diversas vezes, e eram muitos, mesmo.

Apesar de nunca se ter formado, os seus conhecimentos abrangiam desde a área das Finanças e da Economia, passando pelo Direito, em geral, e pelo Direito Administrativo, em particular, até à Filosofia e Ciência Políticas. Mas, os temas que dominava não se ficavam por aqui, não sendo raro vê-lo a discutir problemas da Grande História das Ideias Políticas, ou simplesmente temas da actualidade, não importando se se prendiam com a educação, com a saúde ou com a justiça, ou com outro tema qualquer.

Estamos-lhe profundamente gratos, pois muito do que aprendemos e sabemos hoje, devemos à sua infindável generosidade e aos incontáveis serões em que, sem qualquer esforço, o escutávamos na sua mais alta sabedoria.

Homem indomável nas suas ideias e convicções, a sua figura altiva perdurará para sempre na nossa memória.

Pena é que os nossos responsáveis políticos não saibam dar o devido valor e reconhecimento a quem dignificou, desinteressadamente e sem qualquer benefício pessoal, a nossa terra.

O seu nome numa rua da cidade, era uma justa e merecida homenagem que Ourém lhe podia fazer.

Haja vontade para tanto.


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 11.07.10 às 17:58link do post | adicionar aos favoritos

A Câmara Municipal da então Vila Nova de Ourém ao fundo, e em primeiro plano o jardim que lhe era contíguo, de singela beleza, palco de infindáveis brincadeiras durante a nossa infância, e mais um espaço que agora apenas podemos recordar pelas fotografias. Aos poucos, os nossos responsáveis políticos têm destruído símbolos da nossa identidade oureense que amávamos, e que jamais voltaremos a ter. E em nome de quê? Do progresso? Não, caros amigos! Em nome de muita estupidez, incompetência e mediocridade...


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 05.07.10 às 15:45link do post | adicionar aos favoritos

Na foto, Paulo Fonseca realizando, há já alguns anos, um périplo pelo concelho de Ourém, na companhia da comunicação social, dos camaradas de partido ou simplesmente dos amigos, apoiantes e simpatizantes.

A volta ao concelho de Ourém em autocarro, visou diagnosticar e mostrar alguns dos pontos mais críticos e acutilantes do nosso concelho, reflexo da inacção ou negligência grosseira da gestão PSD na Câmara, "cancros" acumulados ao longo dos anos e que, na óptica do agora presidente, careciam de intervenção urgente e apropriada.

Seria porventura um trabalho profícuo, em prol do concelho e das suas gentes, averiguar se aquilo que estava mal naquela altura foi resolvido ou se os problemas continuam em aberto. 


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 03.07.10 às 11:40link do post | adicionar aos favoritos

Paulo Fonseca e o amigo Vilela, em local que já não nos recordamos, mas que parece ser um café/restaurante.

Quanto ao ano da fotografia, será provavelmente 1997, o ano em que Paulo Fonseca se candidatou pela primeira vez à Câmara Municipal de Ourém, em cujas eleições viria a obter 35,96% dos votos, contra os 14,33% alcançados pelo PS nas autárquicas de 1993.

Também aqui com ar jovial, Paulo Fonseca envergava a sua gravata favorita, em tons escuros e dourados.

Por sua vez, o amigo Vilela mantinha um sorriso efervescente e simpático, mostrando que estava mais interessado no que se estaria a passar do outro lado, do que propriamente na fixação da objectiva.  


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 03.07.10 às 00:34link do post | adicionar aos favoritos

João Pedro Capucho entrevistando Paulo Fonseca para a ABC Rádio, já lá vão uns bons anos.

O actual Presidente da Câmara Municipal de Ourém estava com um ar jovial e um olhar "maroto", ao passo que o João Pedro mantinha a pose de jornalista profissional, embora com semblante estarrecido.

Não nos recordamos o que estariam a ver por detrás da câmara, mas se Capucho denota alguma admiração, já Fonseca parece estar enternecido com algo ou alguém. Ainda bem que não está a olhar directamente para a máquina!

Já agora, a gravata era em tons escuros e padrão amarelo/dourado.

Parabéns, achamos que ficaram muito bem na fotografia.  


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 03.07.10 às 00:26link do post | adicionar aos favoritos

Quiosque de Vila Nova de Ourém


comentar
publicado por João Carlos Pereira e Friends, em 27.06.10 às 23:32link do post | adicionar aos favoritos

Antigo jardim da "Praça dos Táxis", em Ourém, outro local emblemático da cidade que agora apenas podemos recordar pelas fotografias.


mais sobre mim
Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


links
pesquisar
 
Contador
free counters
Blog iNovOurém no Facebook
Google Translate
TWITTER
Followers
blogs SAPO